CONVITE PARA O MÊS MARIANO

COM MARIA, VENCEREMOS A PANDEMIA

Helio Cunegundes Junior
publicado em 01/05/2020 20:48, atualizado em: 01/05/2020 21:22

NÓS VOS SAUDAMOS, Ó MARIA, VIRGEM DE NAZARÉ!

Inicia-se o mês de maio, dedicado, mais do que os outros, às mães terrenas e à VIRGEM MÃE, sob qualquer título, a Mulher que, por obra do Espírito Santo, gerou e deu à luz o Salvador do mundo. Entretanto, por mais amor e respeito que tenhamos àquela que nos deu à luz, é Maria que deve figurar no mais alto pedestal do nosso coração, como intermediária, credenciada, entre nós e o seu filho JESUS. Na nossa vida e no nosso coração, Maria deve ocupar o lugar que lhe é devido: ao lado do Filho Jesus, sempre como uma Mãe cuidadora que é.

Maria, aquela bela e humilde jovem de Nazaré, muito, muito antes de ser gerada já havia sido escolhida para ser a Mãe de Deus. Nasceu em um lar cheio de espiritualidade, cresceu generosa, amorosa e temente a Deus. Noivou com o carpinteiro José, a quem sempre devotou amor e afeto, respeito e lealdade. Mesmo assim, não poderia negar-se a um chamado do Senhor. Por isso, deu-Lhe o SIM, que foi intermediado pelo anjo. Engravidou! Surge uma preocupação: como explicar a José, se ainda era moça virgem? O anjo, cupido nessa história, explicou ao carpinteiro e ele entendeu e apoiou Maria. Nesta, logo aflorou o instinto maternal que a fez ser uma mãe por excelência.

Jesus nasce... a vida segue...

E daí percebe-se, de maneira mais incisiva, através de algumas narrativas bíblicas, o perfil materno da Mãe de Jesus:

Maria, na quietude de sua casa, rezando, acolhe a vontade divina e, silenciosa e obediente, concorda em ser a mãe do Altíssimo.

Nas Bodas de Caná, ela se mostra uma grande intercessora, quando percebeu que faltava vinho e sussurrou no ouvido do Filho Jesus. Não poderia "deixar na mão" os seus outros filhos - nós.

Maria demonstrou uma corajosa atitude diante do sofrimento. “Ao apresentar o seu Jesus no templo, ouve a assustadora profecia do velho Simeão: “Uma espada de dor transpassará a tua alma”. Logo depois, estreitando ao peito o Menino Jesus, fugiu para o Egito com o esposo, para que a crueldade de Herodes não atingisse a Criança.

E assim, refletindo acerca desses recortes da vida de Maria, a Paróquia São Mateus Moreira é motivada a convidar todos nós para sermos devotos e devotas de Nossa Senhora e rezarmos juntos, virtualmente, segurando, mesmo que imaginariamente, a mão da Mãe Santíssima, o TERÇO MARIANO, durante todo o mês de maio.

Todos os dias convidaremos um movimento ou comunidade para a reza do Santo Terço, não perca às 18h, Participe!

Texto: Francisca Freire

Arte: Hélio Cunegundes

#pascom #arqnatal

#ParoquiadeSaoMateusMoreira


É necessário fazer o login para postar comentários.