O EXEMPLO DE JESUS NOS LEVA À PERFEIÇÃO DA VIDA CRISTÃ

Jesus tem um projeto, sobre o qual devemos refletir e tomar uma atitude coerente.

Francisca Freire da Costa
publicado em 14/02/2020 10:22

O EXEMPLO DE JESUS NOS LEVA

À PERFEIÇÃO DA VIDA CRISTÃ

Nos dias atuais se fala muito em leis, algumas que só servem para os que as criam se locupletarem. Havemos de ser vigilantes às leis: às dos homens e às de Deus. Às primeiras para que aceitemos ou as repudiemos; às segundas para que cumpramos os ensinamentos de Jesus.

No Evangelho de hoje, Mateus (Mt 5, 17), que considera Jesus o verdadeiro Mestre da Justiça, expressa a declaração feita pelo próprio Jesus: “Não penseis que vim abolir a lei e os profetas. Não vim para abolir, mas para dar-lhes pleno cumprimento”. Quando Jesus nos diz: “Vim para cumprir a Lei”, Ele, além de falar em sua própria defesa, Ele quer também deixar claro que sabe muito bem das manobras dos fariseus, a favor deles mesmos, e para deixá-Lo desacreditado perante o povo (assim como as manobras de hoje). Mas Jesus é enfático no seu querer em conscientizar o povo de que não veio para acabar com as leis, pelo contrário, Ele quer garantir que todos nós alcancemos a plenitude da vida e, para isso, Ele tem um projeto, sobre o qual devemos refletir e tomar uma atitude coerente.

Não é difícil entendermos que o projeto de Deus só visa ao bem da humanidade, basta que pensemos: Embora sendo divino, Jesus se fez homem igual a nós; com a palavra, Jesus arrebanhou homens que o seguiram na missão; Jesus curou males de muitas naturezas só com um toque; Jesus se deixou crucificar e ainda perdoou os que Dele zombaram. Como podemos ter dúvida de que toda a vida humana de Jesus foi nos mostrando o Caminho para a realização plena?

Mesmo assim, foi dado ao homem e à mulher a liberdade de escolher. Cada um/uma de nós temos nas mãos o nosso próprio destino quanto à eternidade, “ou com Deus, ou contra Deus; ou um destino de vida e felicidade, ou um destino de morte e de desgraça”.

Se optarmos pelo Caminho que nos foi traçado por Jesus, é claro que vamos seguir os sinais que Ele nos deixou, OS MANDAMENTOS, a Sua Lei. Porém não é seguir da boca para fora, de maneira farisaica, mas, sim, que o cumprimento da Lei seja, principalmente, de dentro para fora, que faça surgir “uma atitude interior inteiramente nova, um compromisso verdadeiro com Deus que envolva o homem todo e lhe transforme o coração”. Miremos, pois, no exemplo de Jesus para que tenhamos uma vida cristã perfeita, cuja concretude dá-se por meio de ações e de palavras.

Finalizando, recorremos ao Concílio Vaticano II para dizer que ao cumprir a Lei, Jesus, “revela o homem ao próprio homem e manifesta-lhe sua vocação mais profunda”.


É necessário fazer o login para postar comentários.